Nivelamento 4 x 2: uma conduta ética

Por Administrador

Edição V02N03 | Ano 2003 | Editorial Artigo | Páginas 65 até 78

Alexandre Fortes Drumond, Amanda Iannotta Gontijo, Geraldo Elias Miranda, Alessandra Mara Borém e Silva, Vanessa Lamêgo Alvedanha

A Ortodontia nas últimas décadas tem contribuído para uma aplicação, cada vez maior, de métodos ortodônticos interceptativos a fim de atuar na máoclusão em desenvolvimento, impedindo o seu agravamento. Com o crescimento do número de profissionais na área, esta interceptação muitas vezes tem sido realizada sem o menor critério de avaliação das necessidades do paciente em questão, causando prejuízos irreversíveis ao complexo bucal. Este trabalho apresenta quatro casos clínicos, sendo três sucessos e um insucesso tendo como proposta alertar os profissionais para os danos que a interceptação realizada sem critério pode provocar, com ênfase ao aparelho 4 x 2. Muitas vezes, o profissional não aguarda a época oportuna para realizar tal tratamento, levando a danos irreparáveis como reabsorções radiculares, impactações dentárias e anquilose dentária. O nivelamento 4 x 2 como terapia interceptativa revela uma excelente opção para minimizar ou mesmo eliminar tratamentos complexos no futuro, entretanto, deve ser planejado e executado com critério científico apurado. Portanto, devemos avaliar previamente a terapia aplicada, a idade dentária de aplicação e o real custo x benefício que iremos proporcionar ao nosso pequeno paciente.