Glossectomia parcial em macroglossia relativa por indicação ortodôntica: relato de 2 casos

Por Administrador

Edição V02N01 | Ano 2003 | Editorial Artigo | Páginas 71 até 78

Flávio Wellington da Silva Ferraz, Marcelo Minhaho Ceccheti, Jan Peter Ilg, Araldo Ayres Monteiro Jr

O equilíbrio das pressões da língua e dos lábios faz parte dos fatores responsáveis pela posição dos arcos dentais. A macroglossia é um importante fator etiológico de algumas más oclusões ou gera instabilidade no pós-tratamento ortodôntico. Seu diagnóstico é baseado nos achados clínicos, podendo ser usados também dados da cefalometria. Pode ser considerada como anomalia verdadeira ou relativa. A indicação cirúrgica se faz após tentativa de tratamento fonoaudiológico quando há obstrução de vias aéreas, dificuldade na fala e instabilidade dos arcos dentais. Várias são as técnicas usadas para a glossectomia parcial. Relatamos dois casos de macroglossia relativa que impediam a finalização do tratamento ortodôntico onde foi necessária a glossectomia parcial. Este trabalho tem a proposta de discutir o diagnóstico, as indicações do tratamento e relatar as técnicas cirúrgicas que podem ser utilizadas.