O Uso de Miniparafusos para a Fixação Intermaxilar de Pacientes Cirúrgicos preparados com a Ortodontia Lingual

Por Administrador

Edição V01N06 | Ano 2002 | Editorial Artigo | Páginas 51 até 57

Cheol-Ho Paik, Youngjoo J, Woo, Jaeseung Kim, Je-Uk Park

A fixação intermaxilar nos pacientes cirúrgicos que escolhem o tratamento ortodôntico lingual torna-se difícil para o cirurgião, pois o mesmo não pode contar com a fixação necessária nas superfícies vestibulares dos dentes. Até mesmo os botões metálicos colados temporariamente às superfícies vestibulares podem tornar-se esteticamente inaceitáveis para tais pacientes. Além disso, a utilização de botões para a fixação intermaxilar pode causar a extrusão do dente envolvido. Se os parafusos, normalmente utilizados para a fixação rígida em cirurgia ortognática forem usados na fixação intermaxilar, não há necessidade de fixação por vestibular. O fio intermaxilar irá afetar o tecido gengival, devido à curvatura inerente do processo alveolar. O recém desenvolvido miniparafuso OSAS de titânio tem se mostrado uma alternativa eficiente. O parafuso apresenta uma cabeça sem rosca de 3mm de comprimento, que se projeta sobre a gengiva. O seu formato evita que os fios escorreguem em direção ao tecido mole. A parte rosqueada do parafuso, de 1,6mm de diâmetro, pode ser encontrada nos tamanhos de 6mm, 8mm e 9mm de comprimento.