Um Caso Clínico que nos Leva a Refletir

Por Administrador

Edição V01N04 | Ano 2002 | Editorial Artigo | Páginas 25 até 30

Julia Harfin

A movimentação ortodôntica em pacientes adultos com periodonto reduzido, pode ser viabilizada desde que haja também, o monitoramento de um periodontista proporcionando condições de saúde aos tecidos envolvidos com a doença periodontal. A ausência de inflamação gengival é um importante fator que permite a execução de movimentação dentária induzida em regiões com periodonto reduzido, e a obtenção de resultados positivos ou negativos está diretamente relacionada ao correto controle de placa bacteriana. Além disso, os movimentos de intrusão, extrusão, desinclinação de molares, alinhamento e nivelamento, entre outros se mostram possíveis e benéficos para a melhora da arquitetura periodontal em dentes com periodonto reduzido. O plano de tratamento, bem como o plano de contenção para estes pacientes, deve ser individualizado exigindo um trabalho em conjunto com o protesista e o periodontista.